20 de abril de 2022

Dicas para a toxina botulínica durar mais

O que é a toxina botulínica?

A toxina botulínica é uma proteína natural, produzida pela bactéria Clostridium botulinum. Quando entra em contato com o organismo humano, reduz a ação dos neurotransmissores responsáveis pela movimentação dos músculos. Ela pode ser aplicada no rosto para minimizar a formação de rugas dinâmicas no rosto – aquelas que se formam devido à movimentação natural, ao falar, comer, sorrir…

Além disso, a toxina botulínica é indicada para prevenção das linhas de expressão, lifting de sobrancelhas (proporcionado pelo relaxamento do músculo que “puxa” as sobrancelhas para baixo), tratamento da hiperidrose (suor excessivo), redução de acne, enxaqueca, bruxismo e diversas outras queixas.

Como fazer o efeito durar mais?

Por ser um tratamento que previne e trata as rugas, é um dos procedimentos mais populares em clínicas e consultórios de estética. A duração do efeito da toxina botulínica é de, aproximadamente, quatro a seis meses, razão que leva muitos pacientes a buscar alternativas que prolonguem o resultado. A seguir, você confere dicas essenciais para que o procedimento dure mais.

1 – Evite cigarros e bebidas alcoólicas

O cigarro e o álcool são substâncias que aumentam a ação dos radicais livres e geram a oxidação dos tecidos. Ou seja, diminuem o colágeno da pele e favorecem a formação de mais rugas e linhas de expressão. Por isso, evite-os.

2 – Proteja-se do sol

O sol é uma das principais causas do envelhecimento precoce da pele, que a torna mais flácida e suscetível ao surgimento de rugas e linhas de expressão. Assim, depois de aplicar a toxina botulínica, reforce os cuidados com a proteção solar.

Utilize filtro, mesmo nos dias nublados, com FPS compatível com seu tom de pele (quanto mais clara, maior deve ser o fator de proteção). Além disso, faça uso de bonés, chapéus e óculos de sol para redobrar os cuidados.

3 – Não faça muitas caretas

Um hábito muito comum entre os pacientes é fazer caretas para “testar” o efeito da toxina botulínica. Com a movimentação repetitiva, os músculos vão ganhando estímulos e, ao longo do tempo, podem criar rugas em áreas adjacentes.

Portanto, evite fazer muitas caretas e movimentações bruscas com o rosto, como bocejos longos, por exemplo.

4 – Estimule o colágeno

O colágeno é a proteína responsável pela sustentação da pele, mas com o passar do tempo, a substância se degrada e diminui cada vez mais. Assim, pacientes que possuem 30 anos ou mais precisam estimulá-lo. Esse cuidado diminui o surgimento de rugas, deixa a pele mais firme e jovial, além de prolongar o efeito da toxina botulínica.

Isso pode ser feito através da associação com outros procedimentos, como os bioestimuladores de colágeno, por exemplo. Além disso, é preciso realizar uma rotina de cuidados diários, com limpeza, hidratação e protetor solar, a fim de garantir a qualidade da pele.

5 – Respeite as orientações do seu médico

O seu médico irá realizar diversas recomendações após a aplicação da toxina botulínica e é imprescindível segui-las à risca. Ele é quem irá indicar os cuidados pós-procedimento, incluindo o momento da consulta de retorno. Nela, o profissional poderá identificar a eficácia da toxina e a necessidade e eventuais ajustes.

Ele também fara a indicação do período necessário para a reaplicação, que não deve ser feita antes de quatro meses. Isso porque a toxina botulínica tem efeito cumulativo e, com as aplicações recorrentes e indiscriminadas, pode ter o resultado prejudicado.

Vamos realizar o seu sonho?

Clique no botão abaixo e deixe a gente cuidar da sua autoestima.

Open chat