Blefaroplastia

A blefaroplastia, ou cirurgia das pálpebras, é um dos procedimentos de rejuvenescimento facial mais buscados na atualidade. Apesar das causas dos problemas nas pálpebras estarem vinculados ao aumento da idade, o procedimento é indicado para qualquer pessoa com mais de 18 anos que sinta incômodo quanto à aparência ou funcionalidade das pálpebras.

O que é a blefaroplastia?

A blefaroplastia é uma das cirurgias mais procuradas quando o assunto é rejuvenescimento facial. O procedimento cirúrgico visa melhorar a aparência e a funcionalidade das pálpebras superiores e inferiores, tratando os excessos de pele, as bolsas de gordura, rugas e a flacidez muscular da região.

Por que ocorrem os problemas nas pálpebras?

Assim como todo o rosto, as pálpebras são formadas por camadas de pele, músculo e gordura. Com a passagem do tempo, o avanço da idade e os fatores ambientais – como os danos causados pelo sol – a pele perde sua estrutura e elasticidade, ficando flácida. As camadas musculares também enfraquecem e, com a perda de elasticidade da pele e os efeitos da gravidade, fazem com que as pálpebras fiquem, além de flácidas, pesadas. Os depósitos de gordura normalmente dão às pálpebras um aspecto pesado. Entretanto, a gordura também diminui com o tempo e muda em resposta aos músculos flácidos e fracos, o que provoca inchaços e bolsas ao redor dos olhos.

Para quem a blefaroplastia é indicada?

A cirurgia das pálpebras é indicada para pessoas que sofrem com flacidez e/ou bolsas de gordura nas pálpebras inferiores e superiores.

Como é feita a blefaroplastia?

Uma blefaroplastia dura em média de uma a duas horas, sendo normalmente realizada com aplicação de anestesia local ou geral. Nela, a pele em excesso é retirada através de uma pequena incisão no sulco palpebral preexistente, para que a cicatriz fique escondida. As outras alterações, como as bolsas de gordura e os contornos indesejados, são corrigidos conjuntamente.

Recuperação de blefaroplastia

Depois de finalizado o procedimento, o paciente deve permanecer em recuperação por até 6 horas, podendo retornar para casa ainda no mesmo dia. Como em todo procedimento cirúrgico, o paciente pode sentir desconforto, inchaço ou apresentar hematomas, que podem ser aliviados com o uso de compressas frias (algodão ou gaze embebidos no soro gelado) várias vezes ao dia e de analgésicos. No entanto, isso vai depender de cada paciente e da recomendação médica. Os hematomas ao redor dos olhos começam a regredir em sete a quinze dias e os pontos, se existentes, podem ser retirados entre 3 a 5 dias após o procedimento.


Cuidados no pós-operatório

Um dos cuidados mais indicados no pós-operatório da blefaroplastia é referente à exposição do sol e às atividades aquáticas: indica-se que se evite pegar sol e que se use protetor solar na região dos olhos por três meses após o procedimento, procurando utilizar óculos solar sempre que houver a necessidade de exposição ao sol. Referente à água, é recomendado que se evite atividades aquáticas por 30 dias. Além disso, embora muitas vezes os pacientes já se sintam aptos a retomar atividades rotineiras em uma semana, recomenda-se evitar atividades pesadas, como a prática de exercícios ou levantamento de peso, por pelo menos duas semanas após o procedimento.

Valor da blefaroplastia

O valor da cirurgia das pálpebras só é definido após uma avaliação médica, onde o médico irá identificar o grau da flacidez/bolsas de gordura, e se é necessária intervenção apenas na pálpebra superior, apenas na inferior, ou em ambas. Somente após essa avaliação é possível estabelecer o valor da blefaroplastia.

Vamos realizar o seu sonho?

Clique no botão abaixo e deixe a gente cuidar da sua autoestima.

Open chat