Tratamento de Queimaduras

As queimaduras são lesões que podem ocorrer no dia a dia em diversas ocasiões, como o ato de cozinhar, de mexer com eletricidade ou com produtos químicos. Depois que ocorrem, elas demandam alguns cuidados, que dependem do grau da queimadura. Quando são queimaduras de graus menores (1º ou até 2º grau superficial), muitas vezes, o tratamento pode ser feito com compressas frias de água, limpeza do local e curativos. No entanto, quando é mais profunda (2º grau profundo ou 3º grau) os problemas causados podem ser mais sérios, muitas vezes sendo necessárias cirurgias reparadoras para a área.

O que são queimaduras?

As queimaduras são caracterizadas por uma lesão que foi gerada por algum agente físico, como o calor, frio, eletricidade, fricção e alguns produtos químicos. As queimaduras são classificadas de acordo com a profundidade da lesão e o agente causador. Esta categorização é dividida em 1º, 2º e 3º grau e é importante para se avaliar a previsão de cicatrização, bem como o tempo de cura.

Queimaduras de 1º grau

São consideradas queimaduras de 1º grau aquelas que atingem apenas a camada mais superficial da pele (a epiderme). Entre as características dessas queimaduras estão o aspecto avermelhado, o calor e a dor.

Queimaduras de 2º grau

As queimaduras de 2º grau são aquelas que atingem, além da epiderme, a derme (segunda camada da pele). Essas queimaduras podem gerar bolhas e bastante dor, além da aparência úmida da lesão. Dependendo da intensidade da queimadura, da profundidade da derme que ela atingir, existe o risco de destruição de terminações nervosas da pele, das glândulas sudoríparas e dos folículos capilares, fazendo com que não se sinta tanta dor e que a pele fique seca e perca os pelos.

Queimaduras de 3º grau

As queimaduras de 3º grau atingem todas as camadas da pele (epiderme, derme e subcutâneo). Elas podem ser indolores, uma vez que são destruídos os nervos da região. Além disso, esse tipo de queimadura pode atingir os músculos, o que pode vir a causar deformidades graves. Muitas vezes, nesse caso, existe a necessidade da internação e de retirar tecidos necrosados, além de realizar a limpeza e enxertos para corrigir o local.

O tratamento para queimaduras

Dependendo do grau da queimadura, algumas cirurgias plásticas reparadoras podem desempenhar papeis fundamentais no tratamento dos pacientes. Elas são indicadas, principalmente, quando existem alterações estéticas ou funcionais da região afetada pelas queimaduras – o que normalmente ocorre em queimaduras de 2º grau profundo ou de 3º grau. As queimaduras podem influenciar a funcionalidade quando, por exemplo, ela ocorre em áreas de dobras no corpo (pescoço, cotovelos, axilas) complicando a movimentação. A parte estética pode variar, podendo gerar desde mudanças na cor da pele, até perda de tecido.

O tratamento desses casos é feito na profundidade e extensão da queimadura, e em casos mais graves, como os de perda de tecido, podem necessitar de cirurgias com enxertos, por exemplo. Os resultados finais dos procedimentos podem levar alguns meses para alcançar seu estado final, dependendo de qual o procedimento utilizado, circunstâncias da queimadura e cuidados do paciente.

Quanto custam as cirurgias reparadoras para queimaduras?

Cada caso de queimadura e de perda de tecido tem suas especificidades. Dessa forma, os custos do procedimento só podem ser definidos após uma avaliação prévia, quando o local queimado será analisado e serão discutidas as possibilidades para tratamento do paciente em questão.

Qual profissional eu devo buscar?

Para fazer as cirurgias reparadoras de queimaduras e obter bons resultados a partir delas, indica-se que se busque por profissionais que tenham ampla experiência e conhecimento na área de cirurgias estéticas e reparadoras. Além disso, é recomendado que o cirurgião escolhido seja membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia plástica (SBCP).

Vamos realizar o seu sonho?

Clique no botão abaixo e deixe a gente cuidar da sua autoestima.

Open chat