Fale com Dr. Maurício Carvalho no whatsapp
Subir ao topo da página

Está indicada quando existem alterações com perda de estética ou função da região afetada pelas queimaduras.

A queimadura é caracterizada por uma lesão que foi gerada por algum agente físico, como o calor, frio, entre outros. Essa cirurgia plástica reparadora desempenha papel fundamental no tratamento de pacientes queimados.

Está indicada quando existem alterações com perda de estética ou função da região afetada pelas queimaduras. Usualmente, isso ocorre em queimaduras de segundo grau profundo ou terceiro grau. O acometimento funcional pode estar prejudicado, quando, por exemplo, a queimadura ocorre em áreas de dobras no corpo (pescoço, cotovelos, axilas) e ocorrem aderências que complicam a movimentação. A parte puramente estética pode variar, dependendo de desde mudanças na cor da pele, até perda de partes moles/tecido.

As queimaduras são classificadas de acordo com a profundidade da lesão e o agente causador. Esta categorização é importante para se avaliar a previsão de cicatrização e o tempo de cura.

O tratamento é feito na profundidade e extensão da queimadura, e casos mais graves podem necessitar de cirurgias com enxertos.
Os resultados finais dos tratamentos podem levar alguns meses para alcançarem seu estado final, dependendo do procedimento, circustâncias e cuidados do paciente.