24 de setembro de 2020

Mamoplastias: as cirurgias plásticas mais realizadas no Brasil

Símbolo de sensualidade e beleza feminina, as mamas têm tomado cada vez mais espaço no mercado de cirurgias plásticas. Seja por estética ou questões funcionais, as operações de aumento e redução de mamas figuram entre os procedimentos mais realizados no Brasil e no mundo. Neste artigo, vamos falar sobre as principais mamoplastias! Confira abaixo!

O que é Mamoplastia?

Mamoplastia é o nome dado para todas as cirurgias que modificam ou transformam o formato das mamas, objetivando deixá-las mais harmoniosas em relação ao resto do corpo. Operações de implante de próteses de silicone, redução dos seios e mudanças na aparência são consideradas mamoplastias, mas adotam protocolos e processos distintos.

Estas cirurgias são grandes responsáveis por resgatar a autoestima de muitas mulheres que não estavam contentes com este aspecto do próprio corpo. O desejo em ter seios maiores ou menores, mais firmes ou erguidos, é possível com as mamoplastias. E todos sabem, uma mulher que está feliz com seu corpo é imbatível, né!?

Quem pode fazer Mamoplastia?

As operações de mamoplastia só podem ser feitas em pacientes com as mamas já desenvolvidas. Esta maturação do corpo ocorre por volta dos 18 anos. Contudo, em casos de anomalias como assimetrias severas, mamas muito grandes que geram dor, e outras questões, o médico poderá sugerir uma intervenção cirúrgica, mesmo que a paciente ainda não tenha chegado à maioridade.

Mamoplastia de aumento

Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgias Plasticas (SBCP), o procedimento de aumento das mamas é a operação mais realizada no País. Ela é procurada por pacientes que desejam corrigir questões estéticas, como para obter maior volume e projeção dos seios, corrigir assimetrias ou melhorar o formato. Porém, algumas pessoas podem realizar a cirurgia para questões funcionais, como simetria.

O processo consiste no implante de próteses sob ou sobre o músculo através de incisões na aréola, axila ou sulco mamário. O local para inserção do material dependerá do tipo de mama da pessoa interessada. Caso ela possua poucas glândulas, a prótese será colocada atrás do músculo. Em situação contrária, em que há glândulas suficiente, a operação visará implantar à frente do músculo.

A recuperação pós-cirúrgica leva de 24 a 48 horas, e após o procedimento, é recomendado repousar por alguns dias e utilizar o sutiã pós-cirúrgico. As atividades físicas serão liberadas conforme a decisão médica.

Mamoplastia redutora

A operação de redução das mamas também é uma das cirurgias plásticas mais realizadas no Brasil. Sua procura se dá por pacientes que possuem seios volumosos que são desproporcionais ao corpo e acabam gerando dores nas costas devido ao seu peso. Outra razão pela qual muitas pessoas são submetidas a este procedimento é pela flacidez que ocorre devido à grande produção de gordura mamária.

A cirurgia para redução das mamas consiste na remoção do excesso de gordura, tecido glandular e pele, para que os seios se tornem proporcionais ao corpo. A recuperação desta cirurgia leva de oito a 15 dias e neste período é recomendado que o paciente evite mexer os braços de forma excessiva.

Mamoplastia masculinizadora

Este procedimento ocorre em pacientes transsexuais que ainda possuem seios. A cirurgia faz com que a região da mama seja masculinizada através da diminuição extrema da mama para que tome os contornos do peito masculino. As cicatrizes dependerão do tamanho das mamas.

Após o procedimento, o paciente ficará internado por, geralmente, 24 horas. Depois, poderá ir para casa prosseguir com a recuperação, que dura de 7 a 15 dias. Ao final deste período, a pessoa já poderá retomar as atividades, ainda com algumas restrições.

Mastopexia

A mastopexia é uma cirurgia conhecida como “lifting da mama” pois ela trabalha com a redução do excesso de pele, e reposicionamento da aréola e do tecido mamário. Este procedimento gera maior firmeza e melhora o contorno da mama.

Geralmente as pacientes que acabam realizando este lifting são as que, por conta de gravidez e amamentação, acabaram tendo mudanças nos seios. Mulheres que tiveram grande oscilação de peso, ou tiveram queda na produção de colágeno, também são aconselhadas a fazer este procedimento.

Quer saber mais sobre a mamoplastia?

Para saber mais sobre os procedimentos e qual o melhor para você, basta agendar uma avaliação com o Dr. Maurício Carvalho! Ele é especialista em cirurgias do contorno corporal e possui vasta experiência na área.

Vamos realizar o seu sonho?

Clique no botão abaixo e deixe a gente cuidar da sua autoestima.

Open chat